Notícias

< Volta para Notícias

El Salvador se torna primeiro país a adotar bitcoin como moeda legal

07 de Setembro de 2021 - Economia

Michael Wensch / domínio público

El Salvador se tornou nesta terça-feira (7) o primeiro país a adotar o bitcoin como moeda legal, embora tenha sofrido problemas iniciais quando o governo teve que desconectar uma carteira digital para lidar com a demanda.

A mudança significa que as empresas devem aceitar o pagamento em bitcoin junto com o dólar americano, que tem sido a moeda oficial de El Salvador desde 2001 e permanecerá com curso legal. Ainda não está claro se as empresas serão penalizadas se não aceitarem o bitcoin.

O presidente Nayib Bukele, que pressionou pela adoção da criptomoeda, pediu ajuda aos usuários que já haviam baixado o aplicativo apoiado pelo governo, para testar se ele estava então funcionando corretamente.

"Você poderia por favor tentar se registrar e postar nos comentários se há algum erro ou se todo o processo funciona bem?" o presidente escreveu no Twitter.

Bukele disse que o uso do bitcoin ajudará os salvadorenhos a economizar 400 milhões de dólares por ano em comissões para remessas, ao mesmo tempo que dará acesso a serviços financeiros para quem não tem conta bancária.

No entanto, os mais pobres podem ter dificuldade em acessar a tecnologia necessária para fazer o bitcoin funcionar em El Salvador, onde quase metade da população não tem internet e muitos mais têm acesso esporádico.

Outros dizem que a mudança pode alimentar a lavagem de dinheiro e a instabilidade financeira. Isso já turvou as perspectivas de mais de 1 bilhão de dólares em financiamento que El Salvador está buscando do Fundo Monetário Internacional (FMI).

No início da terça-feira, os salvadorenhos que tentavam baixar a carteira digital Chivo, que o governo promoveu, prometendo 30 dólares em bitcoin para cada usuário, descobriram que ela não estava disponível em lojas de aplicativos populares. Em seguida, Bukele tuitou que o governo o havia desconectado temporariamente para lidar com a demanda.

Pesquisas indicam que os salvadorenhos estão preocupados com a volatilidade da criptomoeda, que pode perder centenas de dólares em valor por dia.

Antes do lançamento, El Salvador comprou 400 bitcoins no valor de cerca de 20 milhões de dólares, disse Bukele, ajudando a elevar o preço da moeda para acima de 52.000 dólares pela primeira vez desde maio. Horas depois, no entanto, havia enfraquecido cerca de 4%, para 50.516 dólares.

Fonte: Agência Brasil

< Volta para Notícias

Notícias Relacionadas

  • 23/09/2021

    Copom confirma expectativa, e juros vão ao maior nível em dois anos

    Saiba mais
  • 23/09/2021

    Reajuste salarial médio no Brasil fica abaixo da inflação em agosto

    Saiba mais
  • 21/09/2021

    Aumento do IOF reduz chances de recuperação da economia, alerta Dieese

    Saiba mais
  • 09/09/2021

    Consumo das famílias em supermercados cresce 4,84% em julho

    Saiba mais
  • 08/09/2021

    Cesta básica de Porto Alegre tem alta e segue como a mais cara do país, aponta Dieese

    Saiba mais
  • 31/08/2021

    Orçamento de 2022 prevê salário mínimo de R$ 1.169 e valor pode aumentar por causa da inflação

    Saiba mais