Notícias

< Volta para Notícias

Maior parte dos acordos tem reajustes salariais abaixo da inflação. Índice é negativo há quase 2 anos

19 de Julho de 2022 - Geral

Marcelo Casall/Agência Brasil

São Paulo – Apesar do resultado melhor em junho, os acordos salariais no primeiro semestre tiveram, na maior parte, reajustes abaixo da inflação (INPC-IBGE), segundo levantamento feito pelo Dieese e divulgado nesta terça-feira (19). A média no ano é de -0,80%. Há quase dois anos não se registra variação positiva mensal – a última vez que isso aconteceu foi em setembro de 2020.

De acordo com o acompanhamento do instituto, os reajustes abaixo da inflação representaram 43,4% do total na primeira metade do ano. Os equivalentes ao INPC somam 35,2%. E os acordos com índice acima da inflação são apenas 21,4%. Isso mostra a dificuldade imposta, entre outros fatores, pela inflação elevada, que continua próximos dos 12% (em 12 meses).

Setores e pisos
Entre os setores de atividade, a indústria tem a maior quantidade de acordos acima da inflação: 26,8%, ante 20% nos serviços e 15,7% no comércio. Nesse último, predominam os índices iguais ao INPC (53,5%). Nos serviço, 50,9% ficam abaixo.

Apenas no mês de junho, 37% dos reajustes tiveram ganho real (acima da inflação), no maior percentual desde setembro de 2020 (44%). Outros 37% foram equivalentes ao INPC, enquanto 26% ficaram abaixo. O índice médio foi de -0,58%. “O dado reflete alguma melhora nas negociações salariais, embora ainda insuficiente para resultar em um valor acima do INPC-IBGE”, observa o Dieese.

O valor médio dos pisos em 2002 é de R$ 1.489,98. Já o mediano (correspondente ao valor abaixo do qual está a metade dos pisos) está em R$ 1.388,50. Assim, ficam em 22,9% e 14,6%, respectivamente, acima do salário mínimo oficial. O maior valor médio está no comércio (R$ 1.515,22), e o menor, no setor rural (R$ 1.454,83).

Fonte: RBA

< Volta para Notícias

Notícias Relacionadas

  • 03/10/2022

    Eleições: Posso votar no 2º turno se faltei ao primeiro?

    Saiba mais
  • 19/09/2022

    Eleitores devem estar atentos para não cometer infração no dia da eleição

    Saiba mais
  • 02/09/2022

    Renegociação de dívidas do Fies já pode ser feita em novo aplicativo

    Saiba mais
  • 01/09/2022

    Trabalho sem carteira cresce duas vezes mais que o formal e bate recorde. Desemprego recua. Renda também cai

    Saiba mais
  • 31/08/2022

    Receita paga restituições do quarto lote do IR 2022

    Saiba mais
  • 16/08/2022

    Desemprego segue maior entre mulheres, negros e jovens, e 30% procuram emprego há mais de dois anos

    Saiba mais